Caro usuário, este site utiliza cookies para ajudar a fornecer a melhor experiência on-line possível. Leia nossa Política de Privacidade para saber mais sobre as informações que coletamos em nosso site e sua finalidade. Ao continuar a usar este site, você concorda que podemos armazenar e acessar cookies no seu dispositivo.

IMPRENSA

03/08/2020IMPRENSA, Norte/Nordeste, Noticias

Cimento Apodi lança seu primeiro Relatório de Sustentabilidade

Transformar o futuro e incentivar o desenvolvimento sustentável em grandes obras da construção civil que permitam melhorar a qualidade de vida da população e o desenvolvimento socioeconômico brasileiro. Assim foi o trabalho da Cimento Apodi em 2019, registrado no primeiro Relatório de Sustentabilidade da empresa, lançado em julho de 2020.

O relatório de 136 páginas segue padrões internacionais de compilação de dados e indicadores, e reúne temas como o histórico da companhia, os números de destaques da empresa em 2019, a matriz de materialidade da Cimento Apodi atrelada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS/Organização das Nações Unidas – ONU), o relacionamento com os stakeholders, bem como a gestão ambiental, de pessoas, saúde e segurança, e os investimentos em tecnologia, inovação e melhoria contínua de processos. O documento completo está disponível em http://www.cimentoapodi.com.br/sustentabilidade/

De acordo com o gerente de sustentabilidade e coordenador geral do Relatório de Sustentabilidade da Apodi, Maurício Ferreira, a publicação cumpre dois grandes objetivos: ser instrumento de gestão, ao mostrar às lideranças as fortalezas e as oportunidades de melhoria; e ser um canal de comunicação com todos os stakeholders, informando as políticas de governança e boas práticas de gestão da companhia. “Ao divulgar o relatório, a Cimento Apodi também expressa seu compromisso com a transparência e a sustentabilidade do negócio, assim como nossa metodologia de construção da materialidade e como contribuímos com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, nosso legado para as futuras gerações”, opina.

Investimentos

Em 2019, a Cimento Apodi fez investimentos da ordem de R$ 27,1 milhões, com produção de 1,2 milhão de toneladas de cimento. Utilizou 233 mil toneladas de matérias-primas alternativas de outros setores da economia; 20 mil toneladas em combustíveis alternativos e extração de 1,3 milhão de toneladas de matérias-primas. No quesito fornecedores, foram gastos R$ 43,3 milhões – desse valor, R$ 39,9 milhões direcionado apenas para fornecedores locais. Com 700 colaboradores diretos e indiretos, realizou 3.500 horas de treinamento com 100% dos líderes da companhia. A companhia pagou R$ 115,4 milhões em impostos, além do atendimento de 1.380 pessoas em seus inúmeros projetos sociais – com destaque para as 700 horas de carga horária do curso de Operador de processos industriais.

Relacionamento com as comunidades

A Cimento Apodi entende como fundamental o relacionamento com as comunidades nas áreas onde está presente (Quixeré/CE e Pecém/CE), buscando contribuir, principalmente, para o desenvolvimento local. Ao longo de 2019, 1.380 pessoas foram atendidas em ações e projetos sociais, como os projetos “Acordes do Sucesso”, de musicalização para crianças; “Mulheres Empreendedoras”, fortalecendo e gerando renda para as mulheres chefes de família da comunidade do Bom Sucesso, em Quixeré/CE, e “Construindo o Saber”, de incentivo à conclusão de estudos nos ensinos fundamental e médio.

No desenvolvimento do território onde atua, a Cimento Apodi lidera o Comitê de Sustentabilidade do Vale do Jaguaribe, que integra mais 40 instituições governamentais, não governamentais e privadas, com objetivo de formular projetos voltados ao desenvolvimento sustentável da região e de buscar alternativas para resolução de problemas comuns, mobilizando prefeituras, câmaras municipais, instituições de ensino, pesquisa, tecnologia e indústrias da região.

Ações de solidariedade, como estímulo ao voluntariado, além do atendimento a demandas emergenciais também são prioridades da empresa – como a reconstrução, em tempo recorde, da adutora principal do perímetro Jaguaribe Apodi, que havia rompido em junho/2019. Em menos de um mês, cerca de 20 mil famílias da região do Vale do Jaguaribe voltaram a ter acesso à água para consumo. Além do uso doméstico, a ação teve impacto na agricultura local. O perímetro irrigado Jaguaribe Apodi respondeu por R$ 30,6 milhões da produção anual de frutas do estado, R$ 11,4 milhões da geração anual de leite e R$ 9,6 milhões da colheita de grãos do Ceará em 2019.

Gestão ambiental

O Relatório de Sustentabilidade da Cimento Apodi dedica um capítulo ao seu sistema de gestão integrado em todas as unidades de negócio. Com apoio desse sistema, são realizados periodicamente monitoramento e gerenciamento de água, energia, efluentes líquidos, resíduos, ruídos e emissões atmosféricas, em sintonia com os preceitos de respeito ao meio ambiente e de boa convivência com as comunidades do entorno, bem como atendendo a legislação ambiental e os limites estabelecidos pelas normas regulamentadoras.

A empresa também faz uso do coprocessamento como tecnologia na produção energética, com a substituição de combustíveis fósseis por outros tipos de materiais, como resíduos de outras indústrias e até mesmo óleo (petróleo cru) que foi derramado em águas territoriais brasileiras em 2019 e que foram utilizados como combustível alternativo. No total, foram resgatadas cerca de 19 toneladas desse material, utilizadas junto com outros resíduos industriais no forno da unidade da Apodi em Quixeré/CE – procedimento que não deixou resíduos no meio ambiente e que contribuiu para redução de CO2 na atmosfera.

Além da gestão de água, de resíduos, do controle das emissões atmosféricas e da preservação da biodiversidade no entorno de suas fábricas, a Cimento Apodi mantém o Centro de Educação Ambiental Ivens Dias Branco em Quixeré/CE. Inaugurado em agosto de 2019, o Centro é um ambiente voltado para ações de educação ambiental e práticas sustentáveis ao ar livre, com objetivo de atender, além de colaboradores, as comunidades do entorno e de municípios vizinhos, bem como universidades e escolas.

Sobre a Cimento Apodi

Idealizada no ano de 2008, a Cimento Apodi é uma joint venture multinacional formada pela participação societária da família Dias Branco e do Grupo Titan, produtor de cimento e materiais de construção, que tem mais de 110 anos de experiência na área industrial, com sede na Grécia. Presente de forma estratégica no Norte e Nordeste do país, a Cimento Apodi possui um parque industrial de 3.000 ha de área em Quixeré-CE, mesorregião do Vale do Jaguaribe, e uma moagem de processamento no Complexo Industrial e Portuário do Pecém-CE. Juntas, as duas unidades têm capacidade para produzir mais de dois milhões de toneladas de cimento ao ano.

A Companhia conta ainda com duas centrais de concreto, um laboratório de tecnologia de concreto e nove Centros de Distribuição nas diferentes regiões do país para melhor atender seus clientes. A companhia produz com alto rigor de qualidade uma ampla linha de produtos, o que permite a empresa atender às diferentes necessidades do mercado da construção civil brasileira, com eficiência e responsabilidade socioambiental.

Tags:, , , , , , ,