IMPRENSA

04/03/2021IMPRENSA, Noticias, São Paulo, Vídeos

Conversa com hubIC

Em sua primeira edição, evento reúne mais de 60 profissionais da cadeia produtiva, interessados no hub de inovação e construção digital liderado pela POLI USP-ABCP/SNIC

Lideranças da POLI/USP e da ABCP/SNIC promoveram nesta quinta-feira, 04/03/2021, a primeira rodada de apresentação do hubIC – Inovação e Construção Digital, projeto que pretende catalisar, desenvolver e implementar iniciativas de inovação de base de engenharia, foco da parceria entre as instituições.

“A ideia do evento é apresentar o hubIC e projetar uma jornada de oito meses”, disse na abertura do encontro virtual a arquiteta Diana Csillag, membro do staff do hubIC e do CICS/Poli USP (Centro de Inovação em Construção Sustentável). Ela informou que existem mais de 80 empresas interessadas na iniciativa e por isso o projeto seria apresentado em três rodadas.

O primeiro encontro reuniu 66 participantes, representando as seguintes empresas e instituições:

ABCIC, ABCP, ArtSpray, Brasil Minérios, CBMM, Cimento Apodi, Cimento Itambé, Construliga, Construtora Carrilho, Construtora Pacaembu, Engest, Eternit, Even, EZTec, FF Sarao Consultoria, Gabriel Bacelar, GCP, IAC, PUC-GO, Ibracon, Ibratin, Infibra, LafargeHolcim, Lanxess, Liebher, Metacaulim, Monobeton, MRV, Nitrocrete, POLI-USP, Pontal Engenharia, RKM Engenharia, Rogga Empreendimentos, SH Formas, Sika, Sinduscon-PE, SNIC, Tecomat, Vale e Votorantim.

Inovação de base de engenharia

Para Valter Frigieri, diretor de Mercado da Construção Civil da ABCP e um dos coordenadores do hubIC, o ambiente proposto é diferenciado, pois foca em inovação de base de engenharia. Ele lembrou da capacidade dos parceiros USP e ABCP, consolidada por uma parceria histórica, e da estrutura laboratorial de ambos. Destacou ainda a tradição da POLI de desenvolver projetos com a iniciativa privada e da vocação da ABCP de desenvolver mercado por meio de  projetos integradores da cadeia produtiva.

Os organizadores mostraram os principais aportes de recursos feitos até o momento (laboratório para impressão 3D de concreto, em escala real, cátedra Ary Torres, bolsas de pesquisa e espaço de coworking) e convidaram o grupo presente a aderir ao projeto. “Estamos convidando stakeholders para criar um espaço gerador de projetos de inovação hardtech no setor da construção civil”, enfatizou Frigieri.

Ao definir o conceito de deeptech, necessário no setor da construção, o professor Vanderley John, coordenador do hubIC pela POLI USP, disse que “a produtividade na construção não vai melhorar apenas se implementarmos o BIM ou aumentarmos o grau de digitalização dos processos. Temos problemas tecnológicos. A pouca cultura que temos de inovação é aperfeiçoar software e apps. No caso da construção, o desafio é maior, pois qualquer decisão representa grandes recursos investidos. A resposta para isso é a formação de consórcios”, defendeu.

Jornada 2021

A Jornada de 2021 do hubIC se estenderá de abril a novembro, com dois eixos: um eixo de projeto de pesquisa e inovação até se chegar a um projeto competitivo; e outro que é a jornada de aprendizagem, com curso de inovação dado pela USP, palestras, eventos e contatos com startups. A jornada contempla três grupos de trabalho que atuarão com a seguinte metodologia: ideação, benchmarking, oportunidades, roadmap e prioridades.

Assista aqui ao vídeo do encontro:

Tags:, , , , ,