IMPRENSA

31/03/2021IMPRENSA, Noticias, São Paulo

Ibracon abre o 62º CBC

O Ibracon (Instituto Brasileiro do Concreto) inaugurou nesta terça-feira, em encontro virtual a partir das 18h30, o 62º Congresso Brasileiro do Concreto, que este ano tem por tema o “Uso e Operação de Estruturas de Concreto” e se realiza entre 30 de março e 02 de abril de 2021. Em um ano atípico e tomado pela pandemia de Covid-19, o instituto homenageou engenheiros falecidos no último ano, como o professor Augusto Carlos Vasconcelos, Egydio Hervé Neto, Shunji Takashima, Eduardo Barros Millen, Shido Ogura e Ruy Baillot. Quase 400 participantes assistiram ao evento inaugural, que contou com breve manifestação dos presidentes das principais entidades do setor na área do concreto: ABCIC, ABCP, ABECE, ABESC, ABNT, ABRATEC e ALCONPAT Brasil.

O presidente da ABCP e do SNIC, Paulo Camillo, destacou que “o setor enxerga a importância do evento como ponto de encontro técnico e científico na promoção dos sistemas construtivos à base de cimento e concreto. Tanto que nossas associadas Apodi, Votorantim, LafargeHolcim e InterCement estão presentes como patrocinadoras do congresso”. Ele lembrou dos números positivos da indústria em 2020 (crescimento de 11% em relação a 2019), mas ressalvou que as perspectivas para 2021 não são tão promissoras (crescimento projetado em 2%), salvo se a campanha de vacinação for bem-sucedida e houver a aprovação das reformas estruturantes, principalmente tributária e administrativa.

Paulo Camillo enfatizou também o empenho da indústria do cimento na área ambiental, por meio do Roadmap Brasil, ao buscar substituir 55% do combustível fóssil por combustível alternativo até 2050. “Para isso, contando com o apoio do governo federal, nossa entidade modernizou em 2020 o marco regulatório do coprocessamento, que estava defasado em mais de 20 anos”. Por fim, ele destacou o convênio da ABCP/SNIC com a Escola Politécnica da USP para criação do hubIC, “que constitui um marco na promoção do desenvolvimento tecnológico e da inovação no setor”.

Abertura dos trabalhos

O evento contou com a apresentação inaugural do professor Paulo Helene, presidente do Ibracon, que agradeceu aos dedicados profissionais e acadêmicos que colaboram com o congresso revisando e selecionando centenas de trabalhos concorrentes. Neste ano,  serão 117 artigos científicos selecionados, além de seminários técnicos, palestras de convidados internacionais e o lançamento de 5 práticas recomendadas para estruturas de concreto chanceladas pelo instituto. (Confira aqui a programação)

Na apresentação “Sobre a Arte de Construir e Projetar Estruturas – Uma reflexão”, Paulo Helene destacou a consolidação do uso do cimento e do concreto no país. Observou que tais avanços resultam da constante atenção dos profissionais e estudiosos brasileiros aos avanços tecnológicos pelo mundo e comentou: “Com a Covid ficou claro para o Brasil a importância da ciência e da tecnologia. No concreto também precisamos investir em ciência e tecnologia para ter a qualidade de vida que ele proporciona em obras”.

Por meio de um texto subscrito pelo professor Vahan Agopyan, reitor da USP, Paulo Helene também citou a oportunidade da criação do hubIC como exemplo de busca de inovação. “A gente precisa investir em ciência e tecnologia sempre, e os setores privado e publico precisam estar conectados”. 

O evento inaugural do 62º Congresso Brasileiro do Concreto foi concluído com a tradicional entrega das premiações aos engenheiros que se destacaram no ano anterior. O congresso prossegue até o dia 02 de abril com sua programação. Faça aqui sua inscrição.

Assista ao vídeo de abertura:

Tags:, ,