IMPRENSA

26/04/2010IMPRENSA, Noticias, São Paulo

Alunos da UNEB terão aula sobre tecnologias ligadas ao cimento

A ABCP e a Universidade do Estado da Bahia (UNEB) celebraram em março, na sede da Associação em São Paulo, a assinatura do convênio de cooperação técnica e científica na área de ensino de engenharia civil e arquitetura, voltado à difusão da tecnologia de sistemas construtivos à base de cimento.

O convênio – que é parte do projeto Universidades da ABCP – foi assinado pelo reitor da UNEB, Lourisvaldo Valentim, e pelo presidente da Associação, Renato Giusti. Na oportunidade, acompanharam a celebração a pró-reitora de Extensão (Proex) da UNEB, Adriana Marmori, e o professor do curso de Engenharia de Produção Civil do Campus I, em Salvador/BA, Luiz Fontes, o qual vai coordenar as atividades ligadas ao convênio. Pela ABCP, participaram o gerente de Comunicação, Hugo Rodrigues, que coordena o projeto Universidades, e a representante da ABCP na Bahia e Sergipe, Ana Gabriela Saraiva, também professora da UNEB.

“Essa é mais uma parceria que tem como finalidade qualificar nossos quadros docente e discente e, como consequência, oferecer uma nova linha de estudos e pesquisas para os estudantes do curso de Engenharia de Produção Civil”, comemorou o reitor Valentim. Adriana Marmori comentou outros desdobramentos positivos do acordo: “As atividades desenvolvidas a partir dessa parceria vão proporcionar qualificação profissional aos trabalhadores que atuam nas diversas cooperativas assessoradas por nossa universidade”.

Pelo convênio, a ABCP vai oferecer capacitação e material instrucional a professores da UNEB sobre a tecnologia de produção e aplicação de sistemas construtivos à base de cimento. “Com a informação e o material eles poderão multiplicar o conteúdo em suas turmas”, explica Ana Gabriela, representante da ABCP na Bahia. Além dos cursos, os professores farão visitas técnicas a obras para conhecer, na prática, o desempenho da tecnologia e suas vantagens, complementa Ana.

“A UNEB é a única instituição universitária no Estado a estabelecer uma parceria desse nível com a ABCP. A importância do convênio vai refletir na qualidade do aprendizado dos nossos estudantes”, frisou Luiz Fontes, antecipando que o contrato tem prazo de um ano para ser executado.

Hugo Rodrigues explica que, inicialmente, será tratada a tecnologia do pavimento de concreto, que segue sendo uma lacuna no ensino das escolas de engenharia. “Deixei a escola de engenharia há mais de 3 décadas e por maior trabalho que tenhamos feito na difusão e ensino dessa tecnologia, ela ainda não integra os currículos das escolas”, destaca Hugo. Além disso, a Bahia é um dos Estados que apresenta a menor presença da pavimentação em concreto em sua malha viária urbana e estadual, e esse fato pode representar uma oportunidade para a UNEB e para a Bahia, nesse momento tão promissor que o Brasil enfrenta e que se estenderá por um longo período.

Tags:, ,