Caro usuário, este site utiliza cookies para ajudar a fornecer a melhor experiência on-line possível. Leia nossa Política de Privacidade para saber mais sobre as informações que coletamos em nosso site e sua finalidade. Ao continuar a usar este site, você concorda que podemos armazenar e acessar cookies no seu dispositivo.

IMPRENSA

26/03/2013IMPRENSA, Noticias, São Paulo

Aprimorando a formação dos futuros arquitetos

O Brasil é um país tradicionalmente construído em concreto. E essa escolha nasce das pranchetas e escritórios de arquitetura. Porém, tal hegemonia é disputada pelos produtos, sistemas e soluções construtivas de diversos setores de materiais de construção, que se apresentam e buscam posicionamento, principalmente junto aos futuros profissionais de arquitetura. Neste sentido, a ABCP desenvolve diversas ações de multiplicação do conhecimento sobre os sistemas construtivos à base de cimento.

Uma delas teve sua continuidade em março de 2013 em parceria com o Centro Universitário Belas Artes. Concebido e oferecido pela Belas Artes de São Paulo, em parceria com cinco associações técnicas representativas de materiais – cimento, aço, alumínio, plástico e vidro – entre elas a ABCP, teve início no dia 11 de março a segunda edição do curso de extensão universitária destinado a estudantes de Arquitetura, denominado Sistemas Construtivos: Materiais, Produtos e Aplicações do Programa Arkhi-Arquiteto.

As aulas acontecem duas vezes por semana na Belas Artes, e vão até dezembro de 2013. No total serão 160 horas (32 horas por entidade), distribuídas em aulas sequenciais e intercaladas entre as cinco entidades, diferente da versão anterior – iniciada em 2010 e concluída em 2011 – que teve carga horária de 250 horas (1 ano e meio de duração), graduando 17 participantes, entre estudantes e profissionais. A carga horária destinada a ABCP será compartilhada com a BlocoBrasil (fabricantes de blocos) e com a ABCIC (pré-fabricados de concreto), uma vez que o maior interesse dos futuros profissionais de arquitetura é a industrialização da construção e as aplicações dos sistemas construtivos à base de cimento, como os blocos de concreto para alvenaria e pavimentação e os pré-fabricados de concreto, sob a ótica da sustentabilidade.

Coube ao cimento a aula de abertura, em que o gerente de Comunicação da ABCP, Hugo Rodrigues, apresentou institucionalmente a Associação, para que, na sequencia, o gerente dos Laboratórios da ABCP, Arnaldo Battagin, falasse da tecnologia de fabricação e aplicação do cimento Portland. Participam do curso 60 estudantes de arquitetura, selecionados entre 90 candidatos por meio de prova escrita.

 

Parte de um todo

O projeto Universidades da ABCP desenvolve diversas ações com o objetivo de multiplicar a cultura e as boas práticas dos sistemas construtivos à base de cimento em todo o Brasil. Sendo assim, oferece a escolas de Engenharia e Arquitetura, material didático especialmente preparado sobre as tecnologias, para que os professores possam – dentro da carga horária de matérias obrigatórias de cadeiras específicas ou integradas a uma determinada disciplina –, transmitir esses conhecimentos. Um protocolo de intenções firmado entre ABCP e entidade de ensino sela o compromisso e a continuidade da ação, disponibilizando oficialmente o material elaborado pela ABCP. Além da Belas Artes, há parcerias também com cerca de 10 escolas e mais de 30 interessadas no projeto.

Tags:, , ,