Caro usuário, este site utiliza cookies para ajudar a fornecer a melhor experiência on-line possível. Leia nossa Política de Privacidade para saber mais sobre as informações que coletamos em nosso site e sua finalidade. Ao continuar a usar este site, você concorda que podemos armazenar e acessar cookies no seu dispositivo.

Centro-Oeste

19/10/2011Centro-Oeste, IMPRENSA, Noticias

Exército Brasileiro assume cargo na ONU

Autoridades estiveram reunidas em junho, no Salão de Honra do Gabinete do Comandante do Exército, em Brasília, para a passagem do cargo de chefe do Departamento de Engenharia do Exército Brasileiro. Assumiu interinamente o general de Divisão Joaquim Maia Brandão Júnior, que entrou na vaga do general de Exército Ítalo Fortes Avena, que deixou o cargo e assumiu uma vaga na Organização das Nações Unidas (ONU). A cerimônia foi presidida pelo general de Exército Enzo Martins Peri.

O general Avena foi convidado a ser consultor militar da ONU em função de seus feitos e méritos alcançados no Exército Brasileiro. E, em Nova York, já assumiu as novas funções.

O gerente da Regional Centro Oeste da ABCP, Fernando Crosara esteve presente na cerimônia para levar os cumprimentos em nome da entidade. O general Avena agradeceu o apoio recebido durante o período que esteve à frente do Batalhão de Engenharia do Exército. “A ABCP e o Exército estreitaram parceria em função da necessidade de promover alta qualidade em obras executadas pelos oficiais da corporação que utilizassem sistemas construtivos à base de cimento, principalmente o pavimento de concreto na BR-101/NE”, explica Fernando.

Parceria concreta

A parceria da ABCP com a Engenharia do Exército tem aproximadamente seis anos e nasceu do interesse da instituição em relação às tecnologias construtivas à base de cimento. “Na época, a ABCP lançava o projeto Casa 1.0 e o exército tinha um grande volume de casas para construir. A ABCP esteve em diversas obras do Exército e o general Avena visitou a sede da ABCP, em São Paulo”, relembra Crosara.

O mentor da BR-101 NE

Fernando explica que em 2008, quando o Exército Brasileiro foi chamado para executar as obras da BR 101-NE – cujo projeto era em pavimento de concreto –, a ABCP foi chamada a transferir seu conhecimento técnico sobre o tema. A Associação treinou a mão de obra, disponibilizou equipamentos e prestou assistência técnica. Esta parceria técnica levou os três trechos executados a se transformarem em referência nacional e internacional em termos de qualidade de execução. “O próprio Tribunal de Contas da União (TCU) gerou pareceres positivos, atestando os resultados de excelência, como padrão mínimo nacional”, relembra Crosara.

Tags:,