Caro usuário, este site utiliza cookies para ajudar a fornecer a melhor experiência on-line possível. Leia nossa Política de Privacidade para saber mais sobre as informações que coletamos em nosso site e sua finalidade. Ao continuar a usar este site, você concorda que podemos armazenar e acessar cookies no seu dispositivo.

Centro-Oeste

21/06/2010Centro-Oeste, IMPRENSA, Noticias

ExpoMS Industrial: workshop e curso

A edição 2010 da ExpoMS, maior feira industrial promovida pela Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems), realizada na última semana de maio, em Campo Grande (MS), ofereceu aos visitantes o Workshop da Construção Civil, com palestras e mesas redondas organizadas pela ABCP, por meio de seu representante no Estado, Anderson Campos. Como parte do programa, o engenheiro Márcio Faria fez uma apresentação sobre de alvenaria estrutural, sistema construtivo em plena expansão no Estado. Já o consultor em produtividade Antônio Sérgio Conte explorou o tema “Gestão da Produção na Construção Civil”. Segundo ele, o sistema “lean constrution” potencializa os recursos e a mão de obra, o que resulta em expressiva redução de custos além de conferir dinamismo à obra.

O gerente da Regional CO da ABCP, Fernando Crosara, abriu o evento com uma apresentação institucional e aproveitou a ocasião para falar sobre possíveis parcerias e novas ações locais da entidade. De acordo com ele, as palestras tiveram êxito tanto que Conte foi convidado a se apresentar em Rondonópolis (MT), para falar sobre racionalização na construção civil.

Na prática
Paralelamente à feira, o Senai promoveu um curso de formação de instrutores, direcionado para capacitação de equipes de produção em alvenaria estrutural, ministrado por Márcio Faria. Mestres e encarregados de construtoras com grandes empreendimentos em Campo Grande, além de monitores do próprio Senai/MS, participaram das aulas. Os monitores devem atender a outras construtoras locais de médio porte, que elegerem o sistema abordado. O curso teórico aconteceu na sede do Senai/MS, enquanto a parte prática foi desenvolvida na fábrica de blocos da Pavtubo.

Tags:,