Caro usuário, este site utiliza cookies para ajudar a fornecer a melhor experiência on-line possível. Leia nossa Política de Privacidade para saber mais sobre as informações que coletamos em nosso site e sua finalidade. Ao continuar a usar este site, você concorda que podemos armazenar e acessar cookies no seu dispositivo.

IMPRENSA

21/06/2010IMPRENSA, Norte/Nordeste, Noticias

Fabricantes pernambucanos buscam maior produtividade no setor de blocos

Dentro do cronograma do Programa de Desenvolvimento Empresarial (PDE) previsto para 2010, a ABCP realizou o 5º Encontro de Fabricantes de Blocos de Concreto, que aconteceu na Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe). Nele, os 20 profissionais presentes puderam conhecer as ações programadas pelo Sindicato das Indústrias de Cal, Artefatos e Pré-Fabricados de Concreto (Sindocal), além da metodologia de Pesquisa da Imagem e Satisfação do PDE e do planejamento de atividades que serão promovidas pelo Programa ao longo deste ano.

Na ocasião, o engenheiro Anderson Augusto de Oliveira, do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos de Cimento do Estado de São Paulo (Sinaprocim/ Sinprocim) ministrou uma palestra sobre Fabricação de Blocos em Canteiros de Obras, PSQ de Blocos, Exigências INMETRO e Licitações Públicas.

Com estreia em 2008, o PDE de Pernambuco teve como foco, em 2009, o fomento da competitividade e da qualidade no setor de blocos de concreto, direcionando suas ações, sobretudo, para a área de finanças das indústrias. O objetivo foi desenvolver competências sobre a gestão financeira delas, capacitando os participantes na determinação dos preços dos produtos e nas análises financeiras.

Em 2010, o grupo formado por 14 fabricantes, sendo três deles da Paraíba e os demais de Pernambuco, participará de ações voltadas ao tema “Produtividade de Blocos – Gestão do Chão de Fábrica – Produção Enxuta”. As atividades terão como objetivo apresentar às empresas as principais técnicas e ferramentas de produtividade orientadas para a redução de custos nos processos produtivos, entender e saber calcular a produtividade da fábrica e treinar os fabricantes na observação para identificar oportunidade de melhorias e preparar seus planos de produtividade.

“As informações repassadas pelo Sinaprocim sobre as ações que estão sendo praticadas em São Paulo, para evitar a fabricação de blocos de concreto em canteiros de obras, foram bastante significativas. Lá, o órgão ambiental competente tem exigido das obras que fabricam blocos em canteiro que tenham as mesmas condições relativas à licença ambiental exigidas para uma indústria”, disse Emanuelle Pontes, da ABCP NNE, coordenadora do PDE-PE.

Tags:, ,