Caro usuário, este site utiliza cookies para ajudar a fornecer a melhor experiência on-line possível. Leia nossa Política de Privacidade para saber mais sobre as informações que coletamos em nosso site e sua finalidade. Ao continuar a usar este site, você concorda que podemos armazenar e acessar cookies no seu dispositivo.

IMPRENSA

Sentados à mesa, da esquerda para a direita: Hugo Rodrigues (ABCP), Ruy Ohtake, Paulo Helene (Ibracon) e José Vanderley Abreu (LafargeHolcim). Em pé, as equipes que tomaram parte da oficina

06/05/2019IMPRENSA, Noticias, São Paulo

Oficina do Concreto cumpre sua função

Termina atividade integrada à exposição “Ruy Ohtake: A Produção do Espaço”, no MCB

Encerrou-se no último dia 25 de abril (2019), no Museu da Casa Brasileira (MCB), em São Paulo-SP, a Oficina do Concreto – laboratório para execução prática de peças de concreto de cimento Portland. Durante um mês (desde 26/03), a atividade esteve integrada à exposição Ruy Ohtake: A Produção do Espaço, do renomado arquiteto Ruy Ohtake, que se realiza no mesmo local de 26/02 a 13/05/2019.

Para participar do laboratório, estudantes e profissionais inscritos constituíram 12 equipes de até três pessoas, desafiadas a projetar e executar peças decorativas de concreto, segundo um regulamento específico. Os moldes (fôrmas em papelão, plástico e silicone, entre outros materiais) e as peças de mesa foram desenvolvidos segundo a criatividade de cada equipe.

Produzidas nos dias 16, 17 e 18 de abril nas instalações do próprio MCB, com concreto colorido de “ultra alta resistência”, as peças foram retiradas das fôrmas na manhã do dia 25, para que à tarde, na presença de Ruy Ohtake e dos parceiros da Oficina, cada equipe fizesse a apresentação formal de seu projeto e peça.

Vasos, relógios, porta-retratos, abajures, maquete de cidades, óculos, fruteiras, apoiadores de livros, cadeiras e caixas foram alguns dos objetos projetados e executados com maestria e beleza, deixando Ruy, seu idealizador, satisfeito com os resultados da proposta, ainda que lamentasse que mais equipes – por questão de tempo hábil e disponibilidade – não tivessem tido a oportunidade de tomar parte da atividade.

Tags:, ,