Caro usuário, este site utiliza cookies para ajudar a fornecer a melhor experiência on-line possível. Leia nossa Política de Privacidade para saber mais sobre as informações que coletamos em nosso site e sua finalidade. Ao continuar a usar este site, você concorda que podemos armazenar e acessar cookies no seu dispositivo.

IMPRENSA

27/08/2015IMPRENSA, Noticias, São Paulo

Setor se reúne para a abertura do Concrete Show 2015

 

Otimismo e cooperação. Este foi o tom do discurso dos diversos empresários, fornecedores e líderes do setor da construção presentes na abertura do 9º Concrete Show South America, evento focado na construção civil e cadeia produtiva do concreto, que segue até sexta-feira, 28/08/2015, em São Paulo.

Na abertura, o presidente da ABCP, Renato Giusti, destacou a importância da parceria entre todos os membros do setor como fundamental para a realização das obras e de grandes negócios. “Claro que estamos em um ano difícil e delicado, mas juntos temos as ferramentas para enfrentar as dificuldades. Por isso, destaco que o conhecimento extraído de eventos como este é fundamental para a capacitação do setor”, afirmou.

Para Jean-François Quentin, presidente da UBM Brazil, organizadora do evento, nesta edição de 2015 a Concrete reforça sua missão estratégica e colaborativa com visitantes, expositores, fornecedores, associações e apoiadores. “Oferecemos conteúdo de qualidade para aperfeiçoamento dos profissionais deste pujante mercado”, disse. “Nos mais de 60 mil m² de exposição indoor e outdoor, temos mais de 600 marcas expositoras vindas de 40 países, além de 70 novos expositores nacionais e internacionais, novas tecnologias e equipamentos”, completou o diretor da Feira, Cassiano Facchinetti.

A criadora e fundadora do Concrete Show, Cláudia Godoy, também enfatizou o papel estratégico da sinergia entre os envolvidos no mercado para realização de grandes feitos. “Ter a ideia só não adianta, é preciso acreditar e seguir para realizar. Sempre acreditei que o Brasil merece um evento como este, e continua merecendo”, conclui.

Nos últimos nove anos, o Concrete Show tem sido um ponto de encontro de lançamentos, tendências e também das principais discussões que fomentam as novas práticas e inovações.

 

ABCP

Para o primeiro dia de feira, a ABCP preparou um seminário sobre infraestrutura e oito palestras de 20 minutos (Rodada do Conhecimento), distribuídas em duas salas e promovidas no próprio estande da entidade.

No primeiro dia de “Palestras express” estiveram presentes temas como: pavimento intertravado, argamassa projetada, pavimentos permeáveis, PDE, paredes de concreto, alvenaria estrutural, agregados para o concreto e pavimentação de vias urbanas. Ao todo, 175 pessoas participaram dos eventos. Até o final da feira ainda serão realizadas mais 28 rodadas. Para participar, basta retirar a senha, a entrada é gratuita.

 

Infraestrutura

No Concrete Congress, destaque para o uso do concreto nas vias e rodovias brasileiras como alternativa de pavimentação, já que o país carece de soluções duradouras e econômicas, especialmente aquelas voltadas para o transporte coletivo. No seminário “Infraestrutura em concreto: aplicações inovadoras e desafiadoras”, promovido pela ABCP, foi a viabilidade da utilização do pavimento de concreto nas obras de BRTs que direcionou os debates. Segundo o engenheiro e gerente Regional do Centro-Oeste da ABCP, Fernando Crosara, os pavimentos de concreto destacam-se hoje no Brasil, pois:  apresentam uma rigidez maior, oferecerem maior economia de combustível para quem trafega sobre o concreto, demandam menor distância de frenagem, apresentam bom conforto de rolamento, não sofrem deformações, não promovem aquaplanagem e têm longa vida útil, podendo durar de 20 a 40 anos, com pouquíssima manutenção. “É claro que o asfalto é um excelente produto, mas para o tráfego leve. Quando falamos em obras para tráfego mais pesado, o ideal é utilizarmos o concreto”.

O seminário contou também com palestras de profissionais renomados do setor sobre os anéis de concreto do metrô do Rio de Janeiro, as novidades tecnológicas da indústria ferroviária, controle tecnológico em barragens e pré-fabricados para obras de infraestrutura.

Tags: