Caro usuário, este site utiliza cookies para ajudar a fornecer a melhor experiência on-line possível. Leia nossa Política de Privacidade para saber mais sobre as informações que coletamos em nosso site e sua finalidade. Ao continuar a usar este site, você concorda que podemos armazenar e acessar cookies no seu dispositivo.

IMPRENSA

04/07/2012IMPRENSA, Noticias, Sul

Sistema cicloviário de Porto Alegre é tema de mesa redonda

Para dar início ao debate sobre a importância das ciclovias para a mobilidade urbana de Porto Alegre, a Regional Sul da ABCP promoveu na capital gaúcha uma mesa redonda que reuniu especialistas, clicloativistas e representantes da administração municipal.

Sugestões de melhorias foram apresentadas por alguns participantes, além do anúncio de ações concretas, como o início das obras de mais um trecho da ciclovia da avenida Ipiranga. “Até o final do ano (2012) a ciclovia irá contemplar toda a extensão da avenida Ipiranga (9.400 metros). Nesta etapa, serão realizados 1500 metros de ciclovia”, afirma o coordenador de projetos de mobilidade da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Régulo Ferrari.

Atualmente, existe em Porto Alegre apenas uma ciclovia pavimentada em concreto e ela está localizada na avenida Diário de Notícias, tem aproximadamente três anos e é toda em paver. “A ABCP pode prestar auxílio técnico ao poder público em projetos que utilizem soluções em concreto”, explica o engenheiro Fernando Druck, representante da ABCP no Rio Grande do Sul e promotor da mesa redonda.

Para o arquiteto e urbanista Emilio Merino, especialista em engenharia de transportes e pesquisador na área de mobilidade urbana, a interação entre as instituições envolvidas foi o ponto central da mesa redonda. “Em quase 25 anos de pesquisa, esta foi uma experiência única e muito gratificante, pois pude perceber que dentro do planejamento estratégico da ABCP, uma instituição sem fins lucrativos e desvinculada do poder público, existe um projeto voltado para este tipo de problemática urbana”, conclui Merino.

Encontro

A mesa redonda, que foi fechada ao público, faz parte do planejamento de um evento aberto à comunidade, que ocorrerá em Porto Alegre no segundo semestre de 2012. Assim como em Porto Alegre, a ABCP por meio do projeto Soluções Para Cidades, está fomentando o debate sobre a melhoria da mobilidade urbana com a construção de ciclovias em diversas capitais, tais como Brasília, Belo Horizonte, São Luiz e São Paulo.

 

Participantes da mesa redonda

Aires Becker (advogado, dedicado aos aspectos jurídicos do plano cicloviário), Cezar Busatto (secretário de Governança de Porto Alegre), Fabricio Schwendler (arquiteto, representante do IAB-RS), Fernando Dornelles (vice-presidente da Associação dos Ciclistas da Zona Sul de Porto Alegre), Régulo Ferrari (coordenador de Projetos de Mobilidade da EPTC/Porto Alegre), Emilio Merino (arquiteto, pesquisador de urbanismo), Luciano Andrades, (representante do escritório de arquitetura Studio Paralelo), Poti Silveira Campos (jornalista especializado no tema), Domingos Secco (sócio da empresa Lung, idealizadora da plataforma colaboratícia Porto Alege), Cintia Freitas (analista de desenvolvimento da Embarq Brasil), Pablo Weiss (presidente da Associação dos Ciclistas de Porto Alegre). O debate foi coordenado pela engenheira da ABCP, Érika Mota

Tags:, , , ,