Caro usuário, este site utiliza cookies para ajudar a fornecer a melhor experiência on-line possível. Leia nossa Política de Privacidade para saber mais sobre as informações que coletamos em nosso site e sua finalidade. Ao continuar a usar este site, você concorda que podemos armazenar e acessar cookies no seu dispositivo.

IMPRENSA

03/10/2013IMPRENSA, Noticias, São Paulo

Troca de experiências marca lançamento do Ruas do Futuro

O Instituto Soluções para Cidades e a ABCP lançaram no dia 20 de setembro, o projeto Ruas do Futuro. Para dar vida à ideia, um grupo de empresários, organizações não governamentais, entidades, especialistas em planejamento urbano e representantes de prefeituras do Estado de São Paulo se reuniram durante um dia na sede da ABCP para debater o desenvolvimento do projeto, a partir de experiências e do que se espera para a mobilidade urbana das cidades no futuro.

O objetivo do Ruas do Futuro é criar um novo canal de facilitação e disseminação de soluções já adotadas em outras cidades e abrir portas para o desenvolvimento de novos produtos e tecnologias aplicáveis nas vias urbanas. Entre outros temas, o projeto levará em consideração iluminação, mobiliário, sinalização, pavimentação mais adequada e segura, além da perfeita integração entre calçada, ruas, ciclovias, corredores de ônibus, faixas entre outras.

Durante o evento, Valter Frigieri, gerente Nacional de Mercado da ABCP e um dos diretores do Instituto Soluções para Cidades, explicou sobre a atuação e sobre a criação do Instituto, destacando a importância de projetos com essa visão que extrapola a infraestrutura, discutindo assuntos que são de interesse direto da sociedade.

Na sequência, Tiago Pimentel, diretor executivo do recém-criado Instituto Soluções para Cidades apresentou as empresas participantes do workshop, entre elas Microsoft, Dow, Philips, Lafarge e Votorantim, as prefeituras que se interessaram pela iniciativa, como as dos municípios de São José dos Campos, Caraguatatuba, Guararema, Santo André e São Paulo. Erika Mota, gerente de Cidades da ABCP e também diretora do Instituto explicou a estrutura do projeto Ruas do Futuro e explanou sobre a dinâmica do workshop que se seguiu. Dinâmica: Os participantes foram divididos em grupos e contribuíram em duas oficinas. A primeira destacou o perfil dos usuários das ruas. O debate seguinte levantou os problemas e gargalos para a implantação dessas soluções. Como encerramento, seguiu-se uma mesa-redonda sobre as plataformas de soluções para as ruas do futuro. Como resultado prático das discussões, três cidades se comprometeram a ceder ruas para servirem de projetos pilotos para essas inovações: São Paulo, Atibaia e São José do Rio Preto.

Tags:,