IMPRENSA

20/04/2021IMPRENSA, Noticias, São Paulo

Prefeitura de São Paulo investe em novas tecnologias para sinalização tátil

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPED), está investindo na aplicação de uma nova tecnologia de sinalização para piso tátil direcional. Com o objetivo de evitar gastos e a desestruturação do concreto das calçadas, está sendo utilizado material desenvolvido com metilmetacrilato, produto composto de plástico a frio, com alta resistência e durabilidade, que permite uma instalação rápida, limpa, com ótima aderência, além de manter a preservação do calçamento.

Até o momento, a SMPED viabilizou a instalação de mais de 100 mil metros lineares do piso tátil feitos com o novo material em ruas da Vila Mariana, Vila Clementino e no Vale do Anhangabaú.

“Estamos abertos a novas tecnologias de sinalização visual e tátil, buscando evitar gastos e a desestruturação do concreto das calçadas. Além de mais econômico, esse material tem maior durabilidade e os testes realizados por pessoas com deficiência visual apontaram que a superfície é segura e, por ser plana, não causa incômodo para quem anda.”

Silvia Grecco – Secretária municipal da Pessoa com Deficiência da cidade de São Paulo

O piso tátil direcional apresenta como relevo faixas paralelas que indicam o caminho que a pessoa com deficiência visual deve fazer para chegar aos locais.

Em 2020, a Comissão Permanente de Acessibilidade (CPA), órgão vinculado à SMPED, realizou testes para aplicação do piso junto com pessoas com deficiência visual e técnicos responsáveis pelo desenvolvimento da nova tecnologia. Os testes foram realizados no bairro da Vila Clementino, onde há maior fluxo de pedestres com deficiência visual e possui grandes rotas com calçadas de concreto.

Logo após os testes, a CPA lançou a resolução CPA/SMPED/028/2020, validando esta técnica de sinalização tátil e visual no piso, com relevos de plástico a frio à base de resina reativa de metilmetacrilato – resina esta com critérios e parâmetros definidos na Norma Brasileira ABNT NBR 15.870 – aplicados por extrusão diretamente no revestimento de calçada ou vias de pedestres executadas em concreto liso ou outros revestimentos com característica superficial similar.

“Foi muito importante para a CPA participar desta inovação de piso tátil, por ser de fácil aplicação e de forma sustentável, uma vez que não necessita quebrar o piso da calçada existente, irá possibilitar o seu uso de forma rápida e prática nas cidades, concretizando assim este importante auxílio à mobilidade das pessoas com deficiência visual.”

Silvana Cambiaghi, presidente da Comissão Permanente de Acessibilidade

“As calçadas em concreto fizeram o casamento perfeito com o sistema podotátil”, explica Jorge Capela, sócio administrador da empresa desenvolvedora do piso, a Sinalta Propista.

Conheça a RESOLUÇÃO CPA/SMPED/028/2020 na íntegra.

Para saber mais sobre a norma de Acessibilidade: ABNT NBR 16537:2016

Fonte: Soluções para Cidades

Tags:, ,