IMPRENSA

27/12/2011IMPRENSA, Norte/Nordeste, Noticias

Seminário do DER/CE trata de pavimentação

O gerente regional N/NE da ABCP, Eduardo Moraes, ministrou uma palestra no III Seminário de Gestão Rodoviária, promovido em Fortaleza, em novembro, sob a coordenação do Departamento Estadual de Rodovias (DER/CE) e da Secretaria de Infraestrutura do Ceará.

Com o tema “Pavimentos Rodoviários e Urbanos de Concreto”, o gerente falou sobre as vantagens da utilização do concreto para pavimentação de vias, dando ênfase ao seu conforto térmico.

Destacou a aplicação da tecnologia em larga escala nos corredores de ônibus nas principais capitais brasileiras.  “Fomos convidados para a palestra em decorrência da necessidade de melhorar a infraestrutura das cidades, começando pelo planejamento da malha viária da região metropolitana do Ceará. Foi uma ótima oportunidade para tirar as dúvidas e quebrar os paradigmas sobre a utilização do pavimento de concreto, tanto em rodovias quanto para vias urbanas”, afirmou Moraes.

Panorama cearense: O Ceará possui, atualmente, duas rodovias licitadas em pavimento de concreto: a BR-222 e BR-020, vias de destaque no cenário econômico do Estado. “Serão as primeiras estradas do Estado a utilizar a tecnologia”, revela o gerente. Segundo ele, as obras estão momentaneamente paradas. A da BR-020 (anel viário de Fortaleza) devido à mudança do órgão responsável, inicialmente o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), passando, agora, para o Departamento Estadual de Rodovias do Ceará (DER/CE). “Mesmo assim, em janeiro do próximo ano daremos uma capacitação para que os engenheiros e técnicos da obra possam saber a melhor forma de aplicar e executar o pavimento de concreto”, afirma.

No que diz respeito à BR–222 (via de acesso ao Porto de Pecém), o atraso acontece por conta de uma comunidade indígena, que vive nas proximidades da estrada, que pediu a revisão do projeto executivo de sua duplicação. Eles aguardam também a conclusão da construção de uma ciclovia e de um túnel para que se sintam mais seguros quando a duplicação estiver concluída. As obras terão início logo após o procedimento administrativo para contratação de serviços.

Tags: