IMPRENSA

13/07/2022IMPRENSA, Noticias

Setor empresarial e sociedade civil lançam agenda de propostas para as eleições

MBC e Frente Parlamentar pelo Brasil Competitivo apresentam 12 Compromissos para um Brasil Competitivo, construídos a partir da visão do setor produtivo e da sociedade civil organizada

A Frente Parlamentar pelo Brasil Competitivo e o Movimento Brasil Competitivo (MBC) lançaram nesta terça-feira, 12, na Câmara dos Deputados, em Brasília, uma pauta prioritária destinada aos candidatos nas próximas eleições. A agenda “Os 12 Compromissos para um Brasil Competitivo” tem o apoio de 46 associações, sindicatos e entidades dos mais diversos setores, que defendem a competitividade como debate central para desenvolvimento econômico e sustentável do País.

A ABCP e o SNIC (Sindicato Nacional da Indústria do Cimento) apoiam o documento,  construído a partir da visão do setor produtivo e da sociedade civil, com diagnósticos, metas e propostas para áreas essenciais como sistema tributário, matriz logística, modernização trabalhista, crédito competitivo, além de acesso à educação profissional e tecnológica.

A agenda de propostas será levada a candidatos aos poderes Executivo e Legislativo dos mais diversos partidos e Estados. A ideia é que os temas sejam incluídos na pauta nacional e discutidos pelos políticos junto à sociedade ao longo da campanha eleitoral.

O deputado federal Alexis Fonteyne, presidente da Frente Parlamentar pelo Brasil Competitivo, fez a apresentação dos 12 compromissos e destacou a importância de uma agenda comum estar no debate nacional. “Muito se avançou nesse um ano da Frente Parlamentar. Apresentamos uma agenda legislativa com diversas propostas em várias áreas e cerca de 50% dos projetos foram aprovados, enquanto outros tantos seguem tramitando. Queremos levar boas ideias aos candidatos para que eles discutam com seus eleitores”, destacou.

O presidente do Conselho Superior do MBC, Jorge Gerdau, reforçou o potencial das propostas no combate ao Custo Brasil, estimado em R$ 1,5 trilhão ao ano. “Os 12 compromissos representam a união do setor produtivo e da sociedade civil em torno de uma agenda prioritária para o Brasil. A busca pelo aumento da competitividade não é de um setor ou de outro, deste ou daquele governo, é o caminho para a qualidade de vida de todos os cidadãos”, defendeu Gerdau.

O lançamento teve a presença de deputados federais, senadores, representantes de entidades e associações apoiadoras, além de empresários e executivos.

 

MBC

O Movimento Brasil Competitivo é uma organização da sociedade civil, apartidária, que aproxima os setores público e privado, investe na cultura de governança, promove a gestão de excelência com o objetivo de ampliar a competitividade nacional, o aumento da capacidade de investimento do Estado e a melhoria dos serviços públicos essenciais oferecidos aos brasileiros.

 

Frente Parlamentar Mista Pelo Brasil Competitivo

A Frente é um ambiente para que agentes políticos, governos, iniciativa privada e sociedade civil possam discutir e avançar em soluções para a melhoria da competitividade brasileira. Um dos maiores entraves do país é o chamado Custo Brasil, de R$ 1,5 trilhão ao ano, o que representa 22% do PIB nacional a mais, comparado aos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

> Acesse aqui o documento.

 

Tags:, , , , , ,