Banco de pautas

21/06/2011Banco de pautas, IMPRENSA

Vai reformar a casa? Confira dicas importantes

Chegou a hora de mudar a cara da sala, da cozinha, construir um quarto novo para a filha ou uma churrasqueira? Então, preste atenção. Existem procedimentos importantes a serem tomados em qualquer reforma para que as alterações sejam econômicas, tragam conforto e segurança aos moradores.

Antes de iniciar qualquer serviço, a primeira dica é planejar. Avalie com muita atenção as necessidades e prioridades da reforma, converse com a família e liste tudo o que deseja realizar. Mudanças de plano durante a reforma implicam em mais gastos e retrabalho. Na hora de pensar no tamanho da casa, lembre-se de que a edificação ficará lá construída por muitos anos; nesse período, a família pode crescer ou os filhos podem sair de casa. O projeto da reforma auxilia o planejamento de todos os passos da obra e orçamento da obra auxilia o morador a planejar os gastos e administrar os recursos.

A contratação de profissionais especializados para auxiliar as diversas fases da reforma também é importante para evitar transtornos durante a obra. Um bom profissional evitará os problemas mais freqüentes de uma reforma. Procure boas referências e, se tiver tempo, visite uma obra realizada por ele.

Quanto ao quesito iluminação, as janelas dos quartos e da sala devem ser colocadas, prioritariamente, nos locais em que a luz solar incide. Na região Nordeste, as paredes voltadas para o norte e leste são as mais aconselhadas. No período da manhã, o sol ilumina a face leste, enquanto as janelas voltadas para o norte são claras e iluminadas o dia todo. As janelas são fundamentais para quartos, salas, cozinhas e outros ambientes de permanência prolongada.

Utilizar lâmpadas à noite é um gasto necessário, mas apagar a luz durante o dia irá poupar muito dinheiro. Veja a conta: uma lâmpada de 100 W acesa por 12 horas durante o dia consome, em um mês, cerca de 36 kWh. Com base nos custos da cidade de Fortaleza, por exemplo, isso pode representar um gasto de R$ 18. Multiplique esse número pela quantidade de lâmpadas que ficam acesas e pelos dias do ano e imagine quanto dinheiro está sendo jogado fora.

As janelas são fundamentais, os ambientes onde você fica mais tempo precisam de luz. “Um local iluminado evita a proliferação de fungos e doenças respiratórias”, comenta a especialista Carina Saito, arquiteta da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP).

Se a reforma implicar na construção de um novo andar, é preciso redobrar a atenção para a estrutura da casa e consultar um especialista. Um erro muito comum nas reformas de ampliação acontece na construção das escadas. Antes de instalar a escada, tenha cuidado: o piso dos degraus das escadas deve ter, no mínimo, 25 centímetros, espaço suficiente para caber o pé de um adulto. A altura dos degraus deve ter, no máximo, 19 centímetros para que a subida não fique cansativa. “As alturas entre os degraus devem ser sempre iguais, mas é muito comum encontrar escadas com a altura menor na última pisada. Isso pode causar acidentes graves”, revela Carina Saito.

A impermeabilização da fundação de qualquer casa também é um procedimento fundamental e, muitas vezes, esquecida. A especialista explica que sem ela a umidade da terra sobe pelas paredes. “As infiltrações aparecem em uma faixa que percorre toda base da parede, destacando a pintura e deixando os ambientes com cheiro de mofo. Concertar essa falha é muito mais difícil e caro que construir corretamente”, explica.

A especialista complementa que os proprietários também devem atentar para o tamanho dos cômodos. O quarto mínimo, por exemplo, precisa de espaço para uma cama, um armário e uma área livre para circulação. As portas são vendidas com tamanho padrão. Na entrada da sala e da cozinha, o vão deve permitir a passagem do sofá, da geladeira e de outros móveis e equipamentos. “Compre uma porta com, no mínimo, 80 cm para esses ambientes”, complementa.

Se a reforma implicar na pintura da casa, uma questão importante é a tonalidade das tintas utilizadas, pois as cores escuras absorvem mais o calor, tornando os ambientes muito quentes, principalmente em regiões de temperatura elevada, como o Nordeste. Janelas, portas e outras aberturas também permitem a passagem do ar; nos locais mais quentes, esse vento será um alívio para os moradores.

O bom planejamento de prioridades, um orçamento controlado, bons profissionais e materiais de qualidade vão ajudar o morador a conquistar seu espaço novo com mais segurança e tranqüilidade. A casa é o refúgio e a proteção da família. O investimento em uma boa reforma compensará por muitos anos.

Tags:,