IMPRENSA

10/05/2022IMPRENSA, Noticias, São Paulo

Vendas de cimento seguem pressionadas por custos

As vendas da indústria do cimento no mês de abril seguiram a tendência de retração do primeiro trimestre de 2022 e registraram queda de 2,9% em comparação ao mesmo mês do ano passado. Em termos nominais foram comercializadas 5,2 milhões de toneladas, de acordo com o Sindicato Nacional da Indústria de Cimento (SNIC).

O ambiente de instabilidade geopolítica, somado aos indicadores internos desfavoráveis como o recorde no endividamento das famílias1, juros em patamares elevados (12,75%) e a maior inflação registrada em 27 anos continuam a impactar o setor. A indústria cimenteira verifica ainda importantes reajustes em seus insumos, tais como: refratários, gesso, sacaria, frete marítimo e rodoviário e coque de petróleo, que encarecem os custos de produção. Todos esses fatores foram determinantes para que as vendas de cimento apresentassem retração de 2,6% no quadrimestre em relação ao mesmo período de 2021.

 

SNIC_RELATORIO_SETORIAL_abril2022

 

Tags:, , , , , ,